Translate

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013


TRADIÇÃO COM EVOLUÇÃO



Meus IIr.´., entre os preceitos do nosso Rito esta mantermos a tradição, porém sempre evoluindo.

Hoje 98% dos maçons e da sociedade em geral utiliza as mais diversas ferramentas de comunicações.

Com isso não poderíamos ficar fora da evolução e foi colocado na barra lateral o "QR CODES".  

Abaixo uma ligeira informação do que é o codigo QR bem como de sua funcionalidade. 




Entenda o que são os 'QR Codes', 


códigos lidos pelos celulares

Descubra a mensagem codificada na imagem
(Foto: Reprodução)
Descubra a mensagem codificada na imagem (Foto: Reprodução)Cada vez mais presente em ações de marketing, os QR Codes ainda se parecem mais com um enigma do que com um meio de transmitir rapidamente informações a dispositivos móveis. Mas o que é, afinal, um QR Code?
É um código de barras em 2D que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares que têm câmera fotográfica. Esse código, após a decodificação, passa a ser um trecho de texto, um link e/ou um link que irá redirecionar o acesso ao conteúdo publicado em algum site.
Esse tipo de codificação permite que possam ser armazenada uma quantidade significativa de caracteres:

Numéricos: 7.089
Alfa-numérico: 4.296
Binário (8 bits): 2.953
Kanji/Kana (alfabeto japonês): 1.817
Inicialmente criado pela empresa japonesa Denso-Wave em 1994 para identificar peças na indústria automobilística, desde 2003 é usado para adicionar dados a telefones celulares através da câmera fotográfica. Os “QR Codes” estão sendo usados em muitas revistas, campanhas publicitárias e até em games, como o Homefront para divulgação de mensagens e dicas do jogo.

A banda Pet Shop Boys, no clipe da música “Integral” utilizou inúmeros QR Codes com links para diferentes sites. No Brasil, o Metrô de São Paulo adotou o uso do QR Code para disponibilizar aos seu usuários o acesso mais rápido ao conteúdo do site do Metrô na sua versão mobile.
Embora pareça ter sido “desvirtuado” de sua concepção inicial, o QR Code também pode ser usado como uma maneira eficiente de adicionar dados num formato de cartão de visita em aparelhos celulares. Para criar o seu próprio QR Code, existem programas que podem ser instalados no PC ou podem ser gerados por serviços gratuitos disponibilizados em sites. Acessando o site, é possível criar um QR Code personalizado.
Selecione o tipo de mensagem que será codificada.
Gerando um QR Code através de serviço gratuito (Foto: Reprodução)Gerando um QR Code através de serviço gratuito (Foto: Reprodução)
No exemplo, a opção foi feita pela mensagem de texto. Nessa opção serão codificadas mensagens de até 250 caracteres. Após digitar o texto da mensagem, clique no botão “Generate”. A imagem contendo o QR Code pode ser baixada ou ter o seu link disponibilizado para ser publicado em sites e blogs.

Para que o código possa ser escaneado, é preciso contar com um aparelho celular que possua câmera digital e um software de leitura para QR Code. Neste site está disponível uma lista aplicativos que podem ser baixados e instalados em diferentes modelos de aparelhos celulares.
Para usuários de iPhone, pode ser baixado gratuitamente na App Store o aplicativo Qrafter. Usuários do Android podem buscar o aplicativo QR Droid na Android Market. Já os usuários de Blackberry podem instalar o Blackberry QR-Code Reader.
O procedimento de leitura de um QR Code é simples. Execute o aplicativo instalado no seu celular, posicione a câmera digital de maneira que o código seja escaneado. Em instantes, o programa irá exibir o conteúdo decodificado ou irá redirecioná-lo para o site do link que estava no código.
Vale salientar que, em situações que necessitem visualizar o conteúdo em algum site, o aparelho celular deverá contar também com funcionalidade de navegação e com um plano de dados. A coluna Tira-dúvidas fica por aqui, divirta-se codificando e decodificando os “enigmas” ocultos nos QR Codes.

* Ronaldo Prass é programador de sistemas sênior e professor de linguagens de programação em cursos de extensão universitários. É ao mesmo tempo um entusiasta do software livre e macmaníanco. Nem por isso deixa de conferir o que está rolando nas outras tecnologias. Na coluna “Tira-dúvidas”, ele vai dar dicas para tornar o uso do computador mais fácil e divertido, além de responder as dúvidas dos leitores na seção de comentários.
Fonte  Site G1
Header Tira-Dúvidas Tecnologia Ronaldo Prass VALE ESTE (Foto: Editoria de Arte/G1)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

CALENDÁRIO 2013/2014 
 ILUSTRE E SUBLIME CAPITULO ROSA CRUZ VISCONDE DE MAUÁ nº 77  (4º ao 18º) 

PORTO ALEGRE - RS


SESSÕES:
ILUSTRE E SUBLIME CAPITULO ROSA CRUZ VISCONDE DE MAUÁ 77
1º e 4º Sábado do mês


ALTOS GRAUS 
2º Sábado do mês

COLÉGIO DE ESTUDOS
3º Sábados do mês 


Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 945 - Templo do 5º andar.

SEJA QUAL FOR O SEU RITO, VISITE UMA OFICINA DO RITO BRASILEIRO.

O RITO BRASILEIRO ESTA ABERTO A MAÇONS DE TODOS OS RITOS, NO ÂMBITO DO SEU GRAU SIMBÓLICO OU FILOSÓFICO.





SUPREMO CONCLAVE DO BRASIL
Rito Brasileiro de Maçons Antigos, Livres e Aceitos


DECRETO N° 0215
de 27 de janeiro de 2013
Luto Maçônico

NEI INOCENCIO DOS SANTOS 33.'..,  Soberano Grande Primaz do Rito Brasileiro de Maçons Antigos,  Livres e Aceitos, no uso de suas atribuições legais,
Considerando o trágico incêndio ocorrido na Cidade de Santa Maria, no  Estado do Rio Grande do Sul quando mais de 230 jovens tiveram a vida ceifada e outros 130 ficaram feridos, muitos com gravidade:
Considerando que este acontecimento gerou uma profunda comoção na sociedade brasileira, afetando a todos nós, ao constatarmos que um acúmulo de inconsequências evitáveis,  se precauções elementares tivessem sido tomadas, muitas da alçada do Poder Público, não trariam luto e dor a centenas de lares, porém o nosso intento não é o de julgar mas sim de se solidarizar com os familiares das vítimas;
Considerando,  ainda, que nessa funesta tragédia perderam a vida 03 (três) sobrinhos DeMolay e 02 (duas)  sobrinhas Filhas de Jó, de acordo com  informação recebida, o que aumenta ainda mais a nossa tristeza, e nos deixa  profundamente perplexos pela perda precoce desses jovens, que certamente seriam úteis e imprescindíveis á Sociedade;
DECRETA
Art. 1° - Luto Maçônico de 3 (três) dias, em todas as Oficinas Litúrgicas subordinadas ao Supremo Conclave do Brasil, a contar do dia 27 de janeiro do  corrente ano;
 Art. 2° - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrario.
Art. 3° - Fica o Grande Secretário da Magna Reitoria, incumbido de publicação e notificação do presente Decreto.
Art. 4° - Dado e traçado no Gabinete do Soberano Grande Primaz, ao Clima do  Rio de Janeiro/RJ, em 27 de janeiro de 2013 da E.'.V.'.

NEI INOCENCIO DOS SANTOS
Soberano Grande Primaz do Rito Brasileiro

                
GELCY CLOVES DIAS                                         JOSE ROBSON GOUVEIA FREIRE
Grande Secretário da Magna Reitoria                  Grande Chanceler da Magna Reitoria




A BANALIZAÇÃO DA MORTE




Meus Respeitáveis Irmãos, o acontecimento amplamente divulgado, nacional e internacionalmente, a perda de centenas vidas de jovens na plenitude de sua mocidade, ocorrida em uma boate na cidade de Santa Maria, no Estado do Rio Grande do Sul, nos dá a dimensão da banalização da morte.
Já não basta a violência, no nosso dia-a-dia, que ceifa inúmeras vidas, a maioria, de jovens e adolescentes, de forma cruel e sem qualquer sentido, temos agora esse trágico acontecimento para enriquecer as nefastas estatísticas acerca da prevalência e incidência de morte entre jovens.
O Jornal O Globo, na sua edição desta data (28.01) publicou um leiaute da boate, onde perplexo constato que a configuração das suas instalações se assemelha à um quase labirinto. Pior, pois tem apenas um vão para entrada e saída, e naquele (o labirinto), ao menos, há a previsão de uma saída independente.
Ora meus Respeitáveis Irmãos, não precisa ser dotado de qualquer paranormalidade para se prever, que mais cedo ou mais tarde, algo trágico iria ocorrer, e nem mesmo ser um “expert” em em análise de risco, para se determinar a altíssima probabilidade que o desastre ocorrido na madrugada de 27 de janeiro, já estava em construção.
Contudo, o que me aterroriza é a irresponsabilidade do Poder Público, melhor, da Municipalidade e do Estado em permitir que “aquilo” tivesse um alvará de funcionamento. Quantas edificações que recebem o grande público nesse imenso Brasil estão em condições idênticas e, da mesma forma, sob a égide do Poder Público? Mesmo que aquela casa de diversão possuísse os mais modernos equipamentos de segurança e prevenção de incêndio, o que não havia, a tragédia estava anunciada, ela certamente ocorreria. Qualquer tumulto que gerasse pânico, fuga em massa, ele seria o “gatilho” para desencadeá-la, pois o óbice mais elementar era que a boate não possuía outras saídas, apenas a que servia também como entrada. Não havia como evacuar com rapidez e segurança o público presente fosse 1000 ou 1500 pessoas, e esse é também um dos princípios basilares de quem trabalha com risco e prevenção. Como diria o velho Sherlock Holmes: - Elementar meu caro Watson!
Aí me questiono: Como foi concedido o alvará? Pergunto ainda - Em Santa Maria, para a sua concessão não se exige a vistoria e a emissão do laudo técnico da Engenharia do Corpo de Bombeiros? Se este a fez, definiu as exigências necessárias para adequada prevenção contra incêndio e, em especial quanto a questão da evacuação do ambiente, levando em consideração, que qualquer acidente mais sério, aquele público estará sob o domínio do pânico?
Mais ainda, um evento daquela magnitude, amplamente divulgado, tradicional, não teve autorização prévia das autoridades, inclusive a policial, para ao menos se posicionar uma viatura de polícia à frente da boate para dar o apoio necessário? Era uma festa com muitos jovens e a bebida “corre solta”, o que invariavelmente ocasiona distúrbios.
A verdade é que estamos frente a mais uma tragédia, onde todos se lamentam e choram. As semanas passarão e ela deixará de ser notícia de primeira página, os parentes se organizarão para processar os órgãos públicos, ocorrerão protestos, mas a vida prosseguirá a sua marcha, inexoravelmente.
Lamento pelos que banalmente morreram, pelos que ficaram mutilados físico e mentalmente, pelos pais que não terão o calor de seus filhos, pelos pais que não terão netos, e pelos seus netos que ficaram sem pais.
Oh!Senhor meu Deus, até quando vamos ter de lidar repetidamente com estas impunes e dolorosas inconsequências?
Reflitam meus Irmãos!

FONTE SITE DO SUPREMO CONCLAVE DO BRASIL DE MAÇONS ANTIGOS LIVRES E ACEITOS.

domingo, 27 de janeiro de 2013


LUTO - SANTA MARIA - 
RIO GRANDE DO SUL - BRASIL 


Meus IIr.´. não existe palavras que possam ser usadas para expressar o que estamos sentindo neste momento.

Rogamos ao SADU/GADU muita luz  para todas as vitimas desta tragédia ocorrida no Oriente de Santa Maria  - RS.



Entre as vitimas fatais estavam, nossos sobrinhos De Molay, Victor Macagnan (Capitulo Cruz Alta), Pedro de Oliveira Salla, Marcelo de Oliveira Salla Filho e nossas Sobrinhas da Ordem Internacional das Filhas de Jó, Isabela Fiorini e Isabela Comassetto.

Que todos nós Maçons da MAÇONARIA UNIDA DO RIO GRANDE DO SUL, sejamos solidários não só em palavras como em atos.

Os hospitais e familiares estão precisando neste momento de sangue, enfermeiros, psicólogos......


Tenho certeza que os hospitaleiros das três potências maçônicas estão fazendo de tudo para consolar as famílias.

Estamos de pé e as ordens, unidos  aos IIr.´. das Lojas do Oriente de Santa Maria:

GORGS - COMAB
ARLS Honra e Verdade nº 439
ARLS Luz e Trabalho nº 85
ARLS Rui Barbosa nº 228
ARLS de Pesquisas União e Trabalho nº 390

GLMERGS - CMSB

ARLS Benjamin Davila Prado nº 85
ARLS Cidade de Santa Maria nº 150
ARLS Eureka nº 27
ARLS Pitagoras nº 109
ARLS Sinarchia nº 52
ARLS Tolerância e Fraternidade nº 128
ARLS Unidade nº 165

GOB
ARLS Hermes nº 3608
Dep.´. Est.´.  Ven.´. Ir.´. José Carlos Neves

ARLS José Mariano da Rocha Filho nº 3659
Dep.´. Est.´. Ven.´. Ir.´. Eweton Sadi Falk Brasil




TRAGÉDIA DE SANTA MARIA – RS
NOTA DE REPÚDIO 
MATÉRIA PARA O SITE http://www.pioneirosdebrasilia.com

Chocados , acordamos no último domingo, 25 de janeiro, sob o impacto do que aconteceu com a vida de aproximadamente 1.500 jovens na cidade de Santa Maria, RS, que  ao brindarem a vida em uma balada para arrecadarem fundos para a formatura de seis cursos da universidade de Santa Maria, foram vítimas de um incêndio que levou muitas vidas e marcou de forma indelével as que sobreviveram.
Durante o domingo as notícias se sucederam e finalmente foi divulgado o número de óbitos: 231 jovens, e de feridos, mais de 130. Quantas vidas desperdiçadas, quanto sofrimento, físico e psicológico, desses jovens e quanta dor para suas famílias e amigos. Agora é chorar a dor da perda e do sofrimento dos que sobreviveram, marcados todos por uma inesquecível tragédia. E analisar, com o tempo, o que estamos, como sociedade, fazendo com nossa juventude.
Somos uma sociedade portadora de uma cultura da irresponsabilidade, do imediatismo, do “jeitinho” e que não cumpre leis. Somos uma sociedade onde o humano é o que menos vale. Nossos jovens são, apenas, vítimas dessa cultura que se reproduz nas atitudes dos poderes públicos e da vida privada, via desconstrução de valores fundamentais que se esvaem pouco a pouco a ponto de todos nós nos entorpecermos e naturalizarmos o que não pode ser “naturalizável”. Regras, normas e leis não são cumpridas minimamente.
No presente caso temos um exemplo tão contundente e ao mesmo tempo inexplicável, para qualquer sociedade digna e ética, que qualquer pergunta óbvia desmoraliza toda tentativa de defesa por parte dos responsáveis, que estão sendo apurados: como uma casa noturna funciona sem ter saídas de emergência? Como se permite que um local projetado para seiscentas pessoas seja ocupado com mil e quinhentas? Como se faz uma reforma recente e não coloca material de isolamento de som sem o recurso anti-fogo, que existe e é o indicado para tal caso? Como é permitido shows pirotécnicos em um ambiente fechado e sem estas mínimas condições de segurança? Como um extintor de incêndio não funciona, não estando em condições de uso nestas circunstâncias? Não há resposta que satisfaça tamanha obviedade revelada por, no mínimo, descuido com vidas humanas.
Nossos jovens não são cuidados. Seu presente e seu futuro não são respeitados. Somos, portanto, uma sociedade sem futuro. Uma sociedade que não respeita a formação educacional das suas crianças e da sua juventude é uma sociedade sem futuro. Este fato chocante e trágico que ocorreu em Santa Maria representa isto, ao mesmo tempo, que remete a outras tragédias que vive  a nossa juventude, melhor dizendo as nossas juventudes (porque vivendo em circunstâncias muito diferentes entre grupos sociais) desprezadas em sua formação educacional, exploradas no mundo do trabalho, homens e mulheres em formação  deixados à deriva e/ou anestesiados por falsos valores e falsas condutas que os levarão a riscos em todos os sentidos.
Temos nossas juventudes assassinadas diariamente nas ruas e favelas das grandes cidades (favelas, sim, por seu modo precário de moradia, com base em desconforto e falta de elementos básicos de sobrevivência que supra as mínimas necessidades humanas, convivência forçada em pequenos espaços, e tantos outros fatores). Temos nossos jovens mais aquinhoados morrendo igualmente em acidentes e assaltos e da forma como os universitários de Santa Maria perderam suas vidas ou ficarão marcados para sempre. E temos nossas juventudes mergulhadas na droga e no tráfico de drogas. Não temos mais revoluções e guerras, como até a metade do século passado, que matavam nossos jovens, mas temos todos estes mecanismos que os exterminam em grande número.
Fica a pergunta: o que faremos? Continuaremos quietos, calados, sem exigir um comportamento ético em todos os setores da nossa sociedade? Ou deixaremos para nossas crianças e nossa juventude a barbárie instituída? O poder público federal, estadual e municipal se mobilizou rapidamente na ajuda às vítimas e famílias no caso de Santa Maria. Que use esse então comprovado potencial para prevenir a saúde, a educação e a manutenção de vida digna para nossos jovens menos favorecidos economicamente e garanta o direito à vida de toda a juventude brasileira.
Consternados nos solidarizamos com cada vítima desta barbárie ocorrida em Santa Maria pessoas e famílias (inclusive quando da abertura dos trabalhos da primeira Sessão Ordinária deste semestre, fizemos um minuto de silêncio em prol destas), como as que atendemos em nosso cotidiano de trabalho, orientando para a importante escolha da profissão, com quem vibramos a cada sucesso e a quem passamos a admirar e nos vincular nesta ajuda. Sabemos, em corações e mentes, o que significa para um jovem e sua família seu ingresso numa universidade. Assim, avaliamos com dor e pesar a falta de oportunidade dos jovens vitimados nessa tragédia de seguirem seus destinos, depois de lutas e conquistas.
Que a força mais preciosa dos seres humanos que acompanham as vítimas e suas famílias nesta hora de dor, representada pela compaixão e pela solidariedade, esteja presente por muito tempo e com muita intensidade junto a cada mãe, a cada pai, a cada irmão, a cada familiar e a cada amigo dos que faleceram e dos que sobreviverem. E que esta dor sirva para que todos nós não sejamos passivos em prol daqueles que são a esperança de um mundo melhor: nossas crianças e nossos jovens. Que esta dor nos marque e mobilize para que façamos a nossa parte e, também, cobremos a quem de dever é responsável por  zelar pela integridade dos cidadãos brasileiros. Antes que seja tarde demais.

Dado e traçado aos 28 dias do mês de janeiro de 2013, E\V\

A Administração


sábado, 26 de janeiro de 2013


ARLS ARCA DA ALIANÇA 2489,  OFICIALMENTE ABRE OS  TRABALHOS DO ANO DE 2013
E COMEMORA 25 ANOS DE FUNDAÇÃO.


As 20 horas o Ilustre Venerável Mestre Ir.´. Eduardo Lecey,  declarou  aberto oficial dos trabalhos da loja Arca da Aliança 2489 em reunião administrativa para o ano de 2013.


Foi apresentado para os IIr.´. o Slogan adotado para este ano:


"Brasileiros como sempre, maçons como nunca."


O  Ir.´. Marco Aronne apresentou aos  IIr.´.  os livros de atas 01 período 2004/ 2005 e Livro de atas nº 02  período 2006/ 2007 devidamente encadernados e as atas renumeradas para com isso seguir os tramites legais.



O Ir.´. Leandro Schaff apresentou o plano de trabalho para o ano de 2013 do Capitulo De Molay Arca da Aliança.


O Venerável Mestre Ir.´. Eduardo Lecey apresenta para os IIr.´. os diplomas de Mérito Acácia Amarela, medalha e diploma da ARLS Obreiros da Justiça 3209 recebidas pelos IIr.´. Ernesto Lecey e Eduardo Lecey.


Ir.´. Fernando Kappel  no uso da palavra destacou o belo banquete ritualístico realizado em conjunto com a ARLS Tiradentes VI 1553 no ano de 2012 que este se repita no ano de 2013. Destacou a palestra dos IIr.´. Mozarildo e Sérgio, ocorrida no dia 18.01.13 onde os IIr.´. puderam avaliar as belas propostas da chapa 2.

O Venerável Mestre Ir.´. Eduardo Lecey convidou todos os IIr.´. presentes para se unirem aos demais IIr.´. , sobrinhos e convidados que se encontravam no salão de ágape para juntos confraternizarmos o aniversário de 25 anos da loja ARCA da ALIANÇA 2489, lembrou os IIr.´. que sexta-feira dia 1º.02 os nossos trabalhos ritualísticos tomam força e vigor.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

ARLS VILA SETEMBRINA 4041, REALIZA ABERTURA DAS ATIVIDADES 2013.

Na terça-feira dia 22.01.13 com o  término das férias maçônicas   a ARLS Vila Setembrina 4041, abriu os trabalhos do ano de 2013 com  duas sessões. 

As 19:30 o Venerável Mestre Ilustre Ir.´. Joycemar Carpes declarou aberto os trabalhos da loja em grau de Mestre Maçom, para uma sessão convocada extra-ordinariamente.

As 20:30 os Companheiros e Mestres Maçons da loja entraram o templo cantando o hino de abertura do Rito Brasileiro.

O Ilustre Venerável Mestre Joycemar Carpes declarou os trabalhos ritualísticos aberto em Sessão Magna de Colação do Grau de Companheiro Maçom.

Após os tramites ritualísticos foram colados no grau de companheiro Maçom os IIr.´.:

Carlos Eduardo Souza Rodrigues ,  Leandro Pinto e Rafael Costa.

No uso da palavra o Venerável Mestre, parabenizou os novos IIr.´. colados no grau de companheiro e os obreiros da loja pela bela bela sessão. Aproveitando a ocasião procedeu a entrega para o Ir.´. Evandro Lecey da medalha comemorativa aos 100 anos de nascimento do Ir.´. Luiz Gonzaga e do Diploma de Mérito Acácia Amarela, emitido pelo Grande Oriente do Brasil Paraiba.

Também foi feita  a entrega do diploma da ARLS Obreiros da Justiça 3209, do Oriente de Campina Grande - Paraiba.
Após as sessões os IIr.´. puderam compartilhar um suculento churrasco que estava sendo preparado pelos II.´. Aprendizes da loja.




Noticias do Rio Grande do Sul na revista 
A Trolha nº 315 - Janeiro - 2013




sábado, 19 de janeiro de 2013


Poderosos IIr.´.  Dep.´. Fed.´.
 Francisco  Mozarildo de Melo Cavalcanti,
Sérgio Luiz Pereira Soares, apresentam
 plataforma   eleitoral ao povo GOBIANO do
Rio Grande do Sul.

Na sexta-feira dia 18.01.13 as 20 horas e trinta minutos  o Ilustre Ir.´. Ernesto Lecey  procedeu a leitura da frase escolhida para o ano de 2013 “Brasileiros como sempre, maçons como nunca” e declarou  oficialmente  aberto o ciclo de palestras de 2013.

Com a presença dos IIr.´.  postulantes ao cargo de Grão Mestre Geral do GOB e Grão Mestre Adjunto do GOB – Francisco Mozarildo de Melo Cavalcanti e Sérgio Luiz Pereira Soares, todos os presentes se postaram para a execução do Hino Riograndense.


O Ir.´. Francisco Mozarildo de Melo Cavalcanti, iniciou falando aos presentes de sua satisfação em estar retornando ao Rio Grande do Sul, fez um breve relato de sua  trajetória maçônica, lembrou de seu Pai e  filho ambos maçons.  De forma bem explicativa apresentou o plano de trabalho proposto pela chapa Inovação e Tradição. A medida que o plano de trabalho era apresentado o Ir.´. Mozarildo comentava  de como pode ser feito a implantação do proposto.  O Ir.´. Mozarildo lembrou que se lançou pré candidato em Março de 2012 e que sua campanha esta sendo feita de forma tranquila sem ofensas. Falou dos últimos apoios recebidos e do crescimento que a chapa pró GOB 21.

A palavra foi colocada a disposição dos presentes com o intuito de esclarecimentos e acolhimento de sugestões oriundas das dificuldades enfrentadas pelas lojas. Usaram a palavra dentro da disponibilidade de tempo os  IIr.´. Ernesto Lecey,  Jair Oliveira da Rosa, Renato Lenz, Pedro Paulo Pereira, Nicolau Lutz, Celso Leite, Carlos Vasquez, Fernando Kappel, Paulo Abreu, Julio Silveira e Eduardo Lecey. Os IIr.´. Mozarildo e Sergio responderam todos os questionamentos de imediato de forma simples e satisfatória.

O Pod.´. Ir.´. Sérgio Luiz Pereira Soares, fez uma breve apresentação de sua vida maçônica, do seu trabalho junto ao GOSP,  da 9ª região,  da forma como é feita a mutua e plano de saúde Unimed com os IIr.´. daquele Oriente.

Os IIr.´. Mozarildo e Sérgio foram agraciados com mimos entregues pelos IIr.´. Pedro Paulo Pereira e Armando Raffo Pinto.



Destacamos a presença de representantes das lojas: Acácia Porto Alegrense 3612, Arca da Aliança 2489, Cavaleiros do Graal 3511,  Estrela do Sul,  Heitor Andrade Neves Carvalho 3060,  17 de Junho 4005, Filantropia e Liberdade 3869, Filhos de Hiram IV 3027, Fraternidade Verdade e Ajuda 3143, Irai Silveira 4222, Luzes de Viamão 3833,  Manoel soares Leães 3588, Novo Milênio 3386  , Obreiros da Luz 3971,  Oswaldo Nunes 3068,  Tiradentes VI 1553 e   Vila Setembrina 4041.

Ao término o Ir.´. Evandro Lecey agradeceu a presença de todos os IIr.´. comentou que é uma época do  ano em que os IIr.´. ainda estão em plenas  férias maçônica, férias de verão e que aqui no RS nos finais de semana os IIr.´.  sempre viajam para a praia, serra, interior.... Lembrou que nas ultimas eleições tivemos o não comparecimento nas urnas de quase 40% dos MM.  Pediu que cada Ir.´. transmitisse aos demais de suas lojas e circulo de amizade maçônica o que ali foi feito nesta data. Que em breve teremos outra palestra.

Após os IIr.´. se reuniram no restaurante Gacia’s para confraternização


Agradecemos a diretoria da IBCM - Instituto Beneficente Coronel Massot, que nos acolheu e permitiu a realização do nosso evento no auditório, colocando toda a sua infraestrutura a disposição.


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

CONVITE


Dia 18 - Palestra com o Pod.´. Ir.´. Mozarildo Cavalcanti e
 Pod.´. Ir.´. Sergio Soares




         Candidato ao cargo de Grão Mestre Geral do GOB
e Grão Mestre Adjunto Geral do GOB
         Horário: 20 Horas
         Traje: Passeio
         Local: Instituto Beneficente Coronel Massto
         Rua Barrão do Triunfo, 175 (auditório)
         Bairro Menino Deus – Porto Alegre













http://progob21.com.br/component/content/article/2-uncategorised/2-objetivos

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

BRASILEIROS COMO SEMPRE, 
MAÇONS COMO NUNCA.

Meus IIr.´. foi encerrada a nossa enquete para escolha do slogan 2013.

Resultado:

1º Lugar.
Brasileiros como sempre, maçons como nunca.
37 votos - 34% - Ir.´. Alexandre Graff - 
ARLS Heráclito Victória 3168 - Caxias do Sul


2º Lugar
Um Rito construindo o futuro.
33 votos - 31% - Ir.´. Eduardo Rocha
ARLS Heráclito Victória 3168 - Caxias do Sul



3º Lugar
Crescendo com união e fraternidade.
12 votos - 11% - Ir.´. Evandro Lecey
ARLS Vila Setembrina 4041 - Viamão


4º Lugar
5 votos - 4%
A união de todos na busca do ideal maçônico 
Ir.´. Wladimir Rigotti - ARLS Arca da Aliança 2489

Unidos para crescer, servir e realizar
Ir.´. João L. Mascarello dos Santos - ARLS Vila Setembrina 4041

5º Lugar
3 votos - 2%
Unidos venceremos sempre!
Ir.´. Julio Lopes - ARLS Obreiros do Vale do Taquari 3167

Rumo ao centenário do Rito.
Ir.´. André Dalathéa - ARLS Heráclito Victória 3168

Fraternidade com responsabilidade. 
Ir.´. Tony reis - ARLS Heráclito Victória 3168

6º Lugar
2 votos 2%
RB somos todos um!
Ir.´. Flávio André Teixeira - ARLS Filantropia e Liberdade 3869

7º Lugar
1 voto - 1% 
Um só corpo e um só espirito fraterno.
Ir.´. Dinor José Simon - ARLS Heráclito Victória 3168

A cada dia uma conquista.
Ir.´. Tiago Borsatto - ARLS Heráclito Victória 3168

Que tudo nos una, nada nos separe.
Ir.´. Cleberson Portella - ARLS Heráclito Victória 3168

O tempo de agir é agora
Ir.´. Ricardo Paim - ARLS Estrela do Oriente 

Seu Ideal maçônico veio a ser alcançado.
Ir.´. Manoel Laquito B. Leães - ARLS Irai Silveira 4222


sexta-feira, 11 de janeiro de 2013


Agenda de atividades e sessões
Janeiro 2013


Dia 18 - Palestra com o Pod.´. Ir.´. Mozarildo Cavalcanti


         Candidato ao cargo de Grão Mestre Geral do GOB
         Horário: 20 Horas
         Traje: Passeio
         Local: Instituto Beneficente Coronel Massto
         Rua Barrão do Triunfo, 175 (auditório)
         Bairro Menino Deus – Porto Alegre












http://progob21.com.br/component/content/article/2-uncategorised/2-objetivos




Dia 22 - ARLS Vila Setembrina 4041


         Sessão Magna de Colação do Grau de Companheiro Maçom
         Horário: 20:30
         Viamão  - RS





Dia 25 -  ARLS Arca da Aliança 2489


         Sessão comemorativa aos 25 anos de fundação da loja
         Horário 20:00
         Porto  Alegre - RS
                

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

ARLS LIBERDADE E GLORIA 4033

A loja Primaz no Oriente de Gloria - Bahia



No dia  18.01.2010 um grupo de IIr.´. se reuniu para fundar a ARLS Liberdade e Gloria, localizada no Oriente de Gloria a 15 Km de Paulo Afonso - Bahia.  Atendendo um pedido do Grão Mestre Estadual, nosso rito chegou ao oriente de Gloria.

São fundadores da loja os IIr.´.
José Pereira, Alberto, Hildebrando, René, Valmir, Rosario, Luiz e Edmilson (estes dois últimos não aparecem na foto abaixo).

Com muito sacrificio os IIr.´. ergueram o templo da loja contando com apoio da loja União de São Francisco e de doações de amigos e IIr.´., medindo 16 x 7.


Poderoso Ir.´. Deputado Federal - William Ribeiro


Venerável Ir.´. Deputado Estadual - Josenildo Pereira de Souza.

Em seguida a loja inaugurou o seu salão nobre Eminente Grão Mestre do GOB Alagoas Ir.´. José Pereira de Souza, no momento da fundação os IIr.´. Jailton Pereira de Souza, José Pereira de Souza Filho, Josenildo Pereira de Souza (todos IIr.´. e filhos do Eminente Ir.´. José Pereira de Souza).

Estando em Glória - Bahia meus IIr.´. visite a loja e participe dos trabalhos.

Agradeço o Eminente Ir.´. José Pereira de Souza Filho (Del.´. Lit.´. Adj.´. da 4ª DRB-BA) pelas informações.